Quatro perguntas essenciais para comprar sua cortina!



📍 1 - A cortina deve ocupar somente a janela ou a parede toda?

A menos que tiver um obstáculo como aparador ou for quarto de bebe, onde tem trocador, a parede toda fica mais elegante e deixa o ambiente mais amplo. Caso não seja possível prefira modelo romano ou persiana.


📍 2 - Em ambientes com várias janelas, as cortinas devem ser todas iguais?

O ideal é padronizar o resultado é mais harmônico. Caso alguma delas tenha obstáculo, use o modelo romano mas com tecidos iguais.


📍 3 - Quando usar forro? Qual sua função?

O forro protege a cortina nos locais onde bate muito sol. Além disso ele mantém a qualidade do tecido. Ele também evita que as cortinas sujem rapidamente em lugares com muita poeira ou poluição.


📍 4 - Qual o tipo de tecido mais adequado: o de fibras sintéticas ou fibras naturais?

Se você valoriza durabilidade e praticidade, como o voal, escolhe os sintéticos. Eles praticamente não estragam mesmo se a lavagem for feita em casa. Se optar por naturais, atenção na hora da compra: observe sempre se são pré-encolhidos. Caso contrário, pode-se perder a cortina na primeira lavagem.


📍 5 - Cortina ou persiana: qual escolher?

Na maioria das vezes, depende do gosto do morador. Salvo em situações nas quais a persiana é a mais indicada, como quando há pessoas muito alérgicas a poeira na casa, não existe uma norma. Grande parte dos profissionais, no entanto, declara que as cortinas têm o poder de imprimir uma atmosfera mais acolhedora e elegante aos projetos.


📍 6. Como calcular a quantidade de tecido?

Meça a largura da janela (2 m, por exemplo) e multiplique por dois: 2 x 2 = 4 Então tire a medida da altura (digamos que o pé-direito tenha 2,60 m) e some 60 cm, medida suficiente para a confecção da barra e do cabeçote: 2,60 + 0,60 = 3,20 Por fim, multiplique os resultados: 4 x 3,20 = 12,80 m A fórmula vale para um tecido com 1,40 m de largura. Caso ele tenha 3 m de largura, poderá ser usado na horizontal, o que dispensa emendas. A metragem necessária, nesse caso, cai pela metade.

📍 7. Quais as opções mais indicadas para pessoas alérgicas à poeira?

Independentemente do tecido escolhido, cortinas tendem a acumular pó. Por isso, especialistas indicam persianas de madeira ou alumínio para moradas de alérgicos. “Sua superfície não é porosa, o que torna simples a manutenção. Escova e aspirador bastam, ou pano úmido, em alguns casos”, diz Betty Rodrigues, diretora comercial da Uniflex Mateus Grou. Quem sofre com o problema, porém não abre mão de cortinas, pode confeccionar modelos de voal ou de outros tecidos 100% poliéster, que permitem lavagens constantes sem estragar.


Fonte/Texto: casa.com.br


0 visualização
CADASTRE-SE PARA OBTER DESCONTOS E OFERTAS DA PINK INTERIORES

Telefone

+55 61 3346-9700

  • face
  • insta

Endereço
CLS 214, Bloco B, Loja 18 - Asa Sul/DF